13.6.12

Far Cry 3: "Você não precisa mais das mãos agora amigo... Somente de olhos para enxergar o seu sangue nelas"

E3 PREVIEW com spoilers
FAR CRY 3

"Você sabe qual é a definição de Insanidade?" depois de muitos meses onde lancei minha primeira análise sobre este jogo, agora finalmente tenho uma resposta concreta para a resposta é simples: Vaas Vahine, um psicomaníaco (acima) que crê que pode simplismente comandar quem ele quiser e onde ele quiser, e que o enorme arquipélago de onde ele vive é tudo dele, e ai se alguém tentar dizer o contrário.

No dia 4 de Junho, todos já sabem que fomos presenteados com uma E3 fantástica, recheado de jogos belíssimos, mesmo que ainda assim, alguns nem vimos sinal de gameplay, como por exemplo Grand Theft Auto 5, Castlevania: Lords of Shadow 2 ou um possível Half-Life 2 Episode Three (sim, ainda temos esperanças, mas acredito que é bem capaz de o título vir com 'Final Episode' do que com o 3 inscrito pois cê já sabe né?).

Far Cry 3 havia sido e continua sendo uma das minhas maiores apostas do ano, se não a maior. O jogo não me decepcionou em exatamente em nada, e a única coisa que eu temia que não tivesse no terceiro volume da saga foi desmascarada, que era o Editor de Mapas Multiplayer. E logo após ver no painel um 'Level Editor' cintilante, não pude deixar de ter orgasmos múltiplos aqui em casa, e tenho plena certeza de quem viu isso também e não sabia, teve tanto quanto eu.
Isso me lembra o cientista maluco do Incrível Mundo de Bigman (só os fortes entenderão)

Far Cry 3 possuí um lindo gameplay, porém ainda bem fraco. Não é aquela coisa de Battlefield ou de Call of Duty. Pois em minha opinião, Far Cry tem a objetividade de ser divertido, e isso dá mais espaço para abranger coisas mais bacanas que superam ainda mais o multiplayer de Battlefield. Deixe-me dar alguns exemplos do por quê que eu prefiro o multiplayer à quem fui apresentado quando joguei o Far Cry 2:



- Armas quebram meu amigo... Molhou elas? Sujou elas? Elas emperraram? Concerte em pleno campo de batalha.



- Existem finalizações muito cinematográficas em muitos FPS não é? Mas e quando o assunto for tentar salvar a si mesmo? Far Cry 2 possuí muitos (muitos mesmo) tipos de 'cinematics' onde você tem que tirar projéteis, destroços e balas do seu corpo, se enfaixar, destorcer seu braço ou colocar o osso quebrado de volta ao lugar.



- Editor de mapas... Psiu! Seu argumento é inválido... E ainda por cima não é necessário mods para ganhá-lo. Enquanto Activision e Eletronic Arts faturam com os mapas que elas fizeram, elas foram mais inteligentes e faturaram com os mapas que VOCÊS CRIAM, dando mais liberdade de expressão aos jogadores e óbvio... MUITO mais mapas.


- Dirigíveis, efeitos especiais, realísticos movimentos em primeira pessoa (subir escada, pegar coisas ou colocar coisas) e ainda a asa-delta, que é uma esperiência mais do que super interessante em um mapa multiplayer.

- Gráficos lindos e mapas bem extensos. Um mapa de Far Cry 2 (do Map Editor ou não) pode

chegar a até 2 mapas e meio de um Call of Duty qualquer.



Bem... Falei muito de FC2... Agora preciso voltar ao que interessa de uma vez. O Far Cry 3. A nova gameplay apresentada é de fato incrível, e os produtores ainda conseguiram fazer a proesa de poder melhorar ainda mais os gráficos em relação ao demo anterior. Só fiquei decepcionado em relação ao multiplayer mesmo deste terceiro game, mas acho que eles podem melhorar, ou ter feito a coisa certa, já que não foi mostrado muito.

Mais uma coisa (me sinto o velhinho do desenho do Jackie Chan falando), agora cada personagem que você escolher (em Far Cry 2 eram quatro ou cinco, não me lembro pois sempre escolhia o que morava em São Paulo) possuirá de certa forma uma storyline diferenciada. E ainda será possível jogar em modo co-op de até 4 pessoas em mais uma campanha fantástica, inovadora e totalmente exclusiva deste modo.

Vaas é sem dúvida um vilão incrível para a série. E quero poder ver logo o desfecho de um dos jogos que está competindo muito na minha opinião com o antigo Black Ops, um jogo que para mim foi um dos melhores FPS que já joguei (não o melhor, pois para mim sempre será Medal of Honor 1) e sem querer encher muito a linguiça mas já enchendo um pouquinho: Far Cry 3 vai ser fodelassíssimo e eu realmente acho que não irei me decepcionar com este assim como não aconteceu com o 2. Mas ainda devo dizer que foi um tremendo erro eles tirarem muitos fatores bacanas do 2 para o 3 que era a dificuldade de manejar as armas pois elas podiam quebrar e enferrujar, além de várias outras coisas.





NOTA PROVISÓRIA: ● ● ● ●  (5/5) - Imperdível
Did I ever told you the definition of Insanity?

0 comentários:

Postar um comentário